Home section

Down arrow

Realizamos SEO, mas você precisa estar ciente de alguns aspectos:

Antes de tudo, esclarecemos que há dois tipos de SEO: um "técnico", que é feito "dentro" do site, denominado "SEO on page" e outro que é feito "fora" do site, o chamado "SEO off page". Este último consiste em fazer com que outros sites e páginas apontem, "falem", do seu site de modo não artificial, autentico, o que fará aumentar a sua relevância pública para o Google, melhorando seu posicionamento.

Como este SEO é cada vez mais valorizado pelo Google, se você não pode ou não quer sustentar uma verdadeira assessoria de imprensa diária, e um "escritório comercial de negociação", talvez esta não seja a melhor alternativa para você. Se um bom trabalho de "Seo on Page" já era caro, imagine, além disto, a manutenção de uma estrutura de negociação comercial com terceiros, apenas para "falarem bem" de seu site. Este é um ponto, mas ainda há outra questão...

Se seu objetivo é ser encontrado pelo seu público alvo, se há alguma concorrência no seu ramo e você deseja atingir resultados muito rapidamente e com qualidade, precisão, amplidão e total controle sobre suas estratégias comerciais, então é quase certo que o melhor caminho a seguir seja outro! Seja o Google pago, redes sociais ou sites de terceiros.

Em relação a estas alternativas, deixe de lado idéias pré concebidas, idéias recebidas de terceiros e experiências próprias mal sucedidas. Entenda porque dizemos isto e pense, antes de investir seu dinheiro. Atente para a questão a seguir:

Cadastro de Sites e "Otimização" (SEO) vs. Google
A pergunta mais comum e também a mais pertinente a ser feita, é esta: por que pagar para aparecer nos resultados das buscas, ou seja, por que pagar para anunciar no "Google" e outros sites de busca, se é possível tentar aparecer na parte gratuita destes buscadores, cadastrando seu site e realizando um trabalho de otimização, de "SEO"? Nós respondemos: antes de tudo, com raríssimas exceções, relacionadas a mega empresas de domínio público, a parte de anúncios pagos, no Google, aparece antes dos resultados da parte gratuita, sempre no alto da tela e, por isso, naturalmente é muito mais vista e, por isso, mais acessada, embora possa ser mal acessada, o que naturalmente traz prejuízos. E isto ocorre muito, pelo fato de que, no Brasil, as campanhas de anúncios pagos costumam ser muito mal feitas, sendo totalmente amadoras.

O segundo ponto é que, para aparecer bem na parte gratuita do Google e buscadores parceiros, em posições altas e também em situações mais estratégicas, um site geralmente precisa de um grande tempo no ar e, mais importante, já ter um histórico muito bom em termos de relevância, o que é medido pelo Google de várias maneiras.

Ora, ocorre que, na maior parte dos mercados, isto é muito, muito difícil de ser obtido rapidamente, por razões as mais diversas: razões ligadas à concorrência, aos recursos disponíveis em um trabalho de "SEO" e ao tempo de "indexação" dos sites e das mudanças neles realizadas, por parte dos buscadores. E mesmo quando há um trabalho de "otimização" (SEO), que é algo muito válido, este trabalho demanda um tempo relativamente muito grande para começar a produzir alguns resultados mais significativos, duradouros e que estejam de acordo com as políticas editoriais do Google, isto é, que não sejam fruto de "Black SEO": a partir de 5/6 meses, no mínimo, dependendo muito do ramo, da concorrência, do site e da qualidade e freqüência do trabalho de "SEO".

E estes resultados, na maior parte das vezes e com exceção de alguns poucos ramos, não se comparam, em quantidade e qualidade, com os resultados obtidos mediante o "Google Adwords". Saiba porque a seguir.

Com relação à qualidade, esta talvez seja a maior diferença entre o trabalho de "SEO" e o trabalho de "Adwords". Ela está em que, no "SEO", não se tem controle algum sobre o que acontece e como acontece, ou seja, não podemos saber e controlar com extrema sofisticação quem, onde, quando, como e porque está acessando o seu site. Os principais problemas referem-se a locais e horários, os quais não podem ser "filtrados", ou seja, escolhidos, e em função desta importante limitação, não podemos elaborar estratégias comerciais diferenciadas e altamente detalhadas, que selecionem determinados públicos ao extremo e exclua outros, com requintes de detalhes. Isto é, não temos um "mapeamento" e um controle sofisticado em relação a quem é seu público, onde ele está, como ele nos acha e como ele se comporta, de um modo geral. Por isso, não temos como atingi-lo das melhores maneiras possíveis e das maneiras que poderíamos preferir, escolhendo ou impedindo certos tipos de pessoas, interesses, horários, locais, linguagens, formas de abordagens, etc.

Os resultados podem e devem vir com o tempo, é evidente, mas não são suficientemente informativos e controláveis. Mas em que pese isto, reiteramos: "SEO" é um trabalho válido e, por isto, sempre indicamos este serviço a nossos clientes, em algum momento posterior. Saiba porque:

O fazemos num segundo momento e de caso pensado, porque é justamente o "Adwords" que nos permite dizer com certeza empírica, ao profissional de "SEO", quais as palavras e frases mais digitadas pelos internautas em suas buscas e que são, ao mesmo tempo, as menos concorridas e as que poderiam interessar mais, por quaisquer razões! Então, o profissional de "SEO" poderá abastecer o site com estas expressões, mas colocadas em "linguagem de programação", a fim de que buscadores como o Google, possam, com o tempo, "ler melhor" o site, vindo a valorizá-lo pela sua relevância e colocando-o em evidencia em sua parte gratuita.

Ou seja: com o Adwords, é possível descobrir coisas que nem o cliente e nem o profissional de "SEO" teriam como descobrir sozinhos ou como ter certeza, a fim de poderem implementar um trabalho de "SEO" mais fundamentado, com base em dados reais e não na própria experiência, no próprio conhecimento, no bom senso ou na "imaginação", por assim dizer.

E isto é um processo contínuo, tanto por razões técnicas como culturais e sociais, o que não abordaremos aqui, mas oportunamente poderemos explicar. Com raras exceções, o ideal, em quase todos os ramos de atividade, é que haja ambas as coisas mas com objetivos, expectativas e visões distintas: "Google Adwords" e "SEO". E no caso do "Adwords", apenas cobramos por resultados comprovados, o que é facilmente feito através do exame daquilo que é digitado pelos internautas em suas buscas, antes de entrarem em seu site. Cobramos pelo número de visitas efetivas que levamos ao seu site. A transparência é total e o cliente dispõe de acesso total à sua conta.

Contact section

Contatos

Telefone
(11) 4171-3847
Whatsapp
(11) 96955-3506
E-mail
atendimento@divsite.com.br
Endereço
R. Francisco Leitão, 703 - Pinheiros
São Paulo - SP

Fale Conosco